2.6. Serviços de Rede

Este grupo contém as ferramentas necessárias para configurar todos os tipos de serviços na rede. Entre eles estão a resolução de nome, a autenticação de usuário e os serviços de arquivo.

2.6.1. Agente de Transferência de Mensagens

Você pode configurar as suas configurações de e-mail no Agente de Transferência de Mensagens se enviar o e-mail com sendmail, postfix ou servidor SMTP de seu provedor. Você pode recuperar correio com o programa de fetchmail, no qual também pode digitar detalhes do servidor POP3 ou IMAP de seu provedor. Você também pode usar um programa de correio de sua escolha, como KMail ou Evolution, para definir os seus dados de acesso. Neste caso, você não precisa deste módulo.

Para configurar o correio com o YaST, especifique o tipo de conexão à Internet na primeira caixa de diálogo. Selecione uma das seguintes opções:

Permanente

Selecione esta opção se tiver uma linha dedicada para a Internet. A sua máquina fica online permanentemente, por isso a conexão dial-up não é necessária. Se o seu sistema fizer parte de uma rede local com um servidor central de e-mail, selecione esta opção para assegurar acesso permanente às suas mensagens de e-mail.

Dial-Up

Este item é relevante para usuários que possuem um computador em casa, não fazem parte de uma rede e ocasionalmente se conectam à Internet.

Nenhuma conexão

Se você não tem acesso à Internet e não faz parte de uma rede, não poderá enviar ou receber e-mails.

Ative a pesquisa de vírus para os seus e-mails de entrada e saída com o AMaViS selecionando essa opção. O pacote é instalado automaticamente assim que você ativa o recurso de filtragem de mensagens. Nas caixas de diálogo a seguir, especifique o servidor de mensagens de saída (normalmente o servidor SMTP de seu provedor) e os parâmetros de mensagens recebidas. Configure os servidores POP ou IMAP diversos para o recebimento de mensagens por vários usuários. Com esta caixa de diálogo, também é possível atribuir apelidos, usar mascaramento ou configurar domínios virtuais. Clique em Concluir para sair da configuração de mensagens.

2.6.2. Outros serviços disponíveis

Muitos outros módulos de rede estão disponíveis no YaST.

Servidor DHCP

Use isso para configurar um servidor DHCP personalizado em apenas algumas etapas. O Capítulo 23, DHCP (↑Referência) fornece informações básicas sobre o assunto em uma descrição passo a passo do processo de configuração.

Servidor DNS

A configuração de um servidor DNS responsável pela resolução de nome é recomendada para redes maiores. Você pode usar o Servidor DNS para isso conforme descrito na Seção 20.2, “Configuração com o YaST” (↑Referência). O Capítulo 20, Domain Name System (Sistema de Nomes de Domínio) (↑Referência) fornece informações de apoio sobre DNS.

DNS e nome de host

Use este módulo para configurar o nome de host e o DNS, se essas configurações já não tiverem sido realizadas durante a configuração dos dispositivos de rede. Utilize-o também para mudar o nome de host e o nome de domínio. Se o provedor tiver sido configurado corretamente para DSL, modem ou acesso ISDN, a lista de servidores de nome conterá as entradas que foram extraídas automaticamente dos dados do provedor. Se você estiver em uma rede local, poderá receber o seu nome de host por DHCP. Neste caso, você não poderá modificar o nome.

Servidor HTTP

Para executar o seu próprio servidor Web, configure o Apache no Servidor HTTP. Mais informações podem ser encontradas no Capítulo 26, Servidor HTTP Apache (↑Referência).

Nomes de host

Ao inicializar e em redes pequenas, use Nomes de Host para a resolução de nome de host em vez do DNS. As entradas neste módulo refletem os dados do arquivo /etc/hosts. Para obter mais informações, leia a Seção 18.6.1.6, “ /etc/hosts (↑Referência).

Cliente LDAP

Se estiver usando LDAP para a autenticação do usuário na rede, configure o cliente no Cliente LDAP. As informações sobre o LDAP e uma descrição detalhada da configuração de cliente com o YaST estão disponíveis no Capítulo 25, LDAP — Um serviço de diretório (↑Referência).

Cliente NFS e servidor NFS

Com o NFS, execute um servidor de arquivos que todos os membros da rede possam acessar. Este servidor de arquivos pode ser usado para tornar disponível aos usuários determinados aplicativos, arquivos e espaço de armazenamento. Em Servidor NFS, é possível configurar o seu host como um servidor NFS e determinar os diretórios de exportação para uso geral dos usuários da rede. Todos os usuários com as permissões apropriadas podem montar esses diretórios em suas próprias árvores de arquivo. Use Cliente NFS para configurar o sistema para acessar um servidor NFS na rede. São fornecidas uma descrição dos módulos do YaST e informações de segundo plano no Capítulo 22, Compartilhando sistemas de arquivos com o NFS (↑Referência).

Cliente NIS e servidor NIS

Se você executar mais de um sistema, a administração de usuário local (utilizando os arquivos /etc/passwd e /etc/shadow) será impraticável e exigirá muita manutenção. Neste caso, administre os dados de usuário em um servidor central, de onde deverão ser distribuídos aos clientes. NIS é uma opção para isso. Informações detalhadas sobre o NIS e a configuração com o YaST estão disponíveis no Capítulo 21, Usando o NIS (↑Referência).

Cliente NTP

O NTP (network time protocol) é um protocolo de sincronização de relógios de hardware sobre uma rede. Informações sobre o NTP e as instruções de configuração com o YaST estão disponíveis no Capítulo 24, Sincronização de horário com NTP (↑Referência).

Serviços de rede (xinetd)

Configure os serviços de rede (como finger, talk e ftp) para iniciar quando o SUSE Linux inicializar usando Serviços de Rede. Esses serviços possibilitam que os hosts externos se conectem ao computador. Vários parâmetros podem ser configurados para cada serviço. Por padrão, o serviço master que gerencia os serviços individuais (inetd ou xinetd) não é iniciado.

Quando este módulo é iniciado, selecione se deseja iniciar o inetd ou o xinetd. O daemon selecionado pode ser iniciado com a seleção padrão de serviços. De maneira alternativa, componha a sua própria seleção de serviços com as opções Adicionar, Apagar e Editar.

[Warning]Configuração de serviços de rede (xinetd)

A composição e o ajuste de serviços de rede em um sistema são um procedimento complexo que exige um conhecimento abrangente do conceito de serviços do Linux. As configurações padrão geralmente são suficientes.

Proxy

Defina configurações de cliente proxy Internet em Proxy. Clique em Habilitar Proxy e digite as configurações de proxy desejadas. É possível testar essas configurações clicando em Testar Configurações de Proxy. Uma pequena janela informará se as suas configurações de proxy funcionam corretamente. Depois que as suas configurações forem informadas e testadas, grave-as clicando em Aceitar.

Administração Remota

Para administrar sua máquina remotamente de outra máquina, use Administração Remota. Para manter o seu sistema remotamente, use um cliente VNC, como o krdc, ou um browser habilitado para Java. Embora a administração remota com o VNC seja simples e rápida, é menos segura do que usar o SSH, e você deve sempre se lembrar disso quando usar um servidor VNC. Encontre informações detalhadas sobre como efetuar uma instalação com um cliente VNC na Seção 1.1.1, “Instalação remota simples por VNC: configuração de rede estática” (↑Referência).

Permita a administração remota selecionando Permitir Administração Remota em Configurações de Administração Remota. A seleção de Não Permitir Administração Remota desabilita essa função. Clique em Abrir Porta no Firewall para permitir acesso ao computador. Se você clicar em Detalhes do Firewall, serão exibidas as interfaces de rede com portas abertas no firewall. Selecione a interface desejada e clique em OK para voltar para a caixa de diálogo principal. Clique em Aceitar para concluir a configuração.

O módulo de Administração Remota do YaST é altamente recomendado para a configuração do VNC em sua máquina. Embora a interface SaX2 também permita que você defina propriedades de acesso remoto, ela não é um substituto para o YaST. Ela somente possibilita que você configure o servidor X como um host para sessões VNC. Para obter mais informações, consulte a Seção 2.13.6, “Propriedades do Acesso Remoto”.

Roteamento

Use a opção Roteamento para configurar dados de caminhos capturados pela rede. Na maioria dos casos, digite somente o endereço IP do sistema pelo qual deseja enviar todos os dados no Gateway Padrão. Para criar configurações mais complicadas, use a opção Configurações de Especialista.

Cliente e servidor Samba

Em uma rede heterogênea formada por hosts Linux e Windows, o Samba controla a comunicação entre os dois mundos. Informações sobre o Samba e a configuração de clientes e servidores são fornecidas no Capítulo 28, Samba (↑Referência).

Servidor TFTP

O TFTP (Trivial File Transfer Protocol) é uma forma simples do FTP (File Transfer Protocol). Ele normalmente é usado por servidores para inicializar estações de trabalho sem discos, terminais X e roteadores. Configure um servidor TFTP com o Servidor TFTP. Clique em Habilitar para iniciar o processo. Abra a porta no firewall para permitir acesso remoto ao servidor e, em seguida, especifique o diretório onde os arquivos servidos estão localizados. Clique em Aceitar para completar a configuração. Será perguntado se o diretório especificado deve ser criado.