10.3. Mapeamento de teclado

Para padronizar o mapeamento de teclado de programas, foram feitas mudanças nos seguintes arquivos:

/etc/inputrc 
/usr/X11R6/lib/X11/Xmodmap 
/etc/skel/.Xmodmap 
/etc/skel/.exrc
/etc/skel/.less 
/etc/skel/.lesskey 
/etc/csh.cshrc 
/etc/termcap
/usr/lib/terminfo/x/xterm 
/usr/X11R6/lib/X11/app-defaults/XTerm
/usr/share/emacs/<VERSION>/site-lisp/term/*.el

Essas mudanças afetam apenas aplicativos que utilizam entradas terminfo ou cujos arquivos de configuração são mudados diretamente (vi, less, etc.). Os aplicativos que não acompanham o SUSE Linux devem ser adaptados a esses padrões.

Em X, a chave de composição (multikey) pode ser acessada utilizando Ctrl-Shift (direita). Consulte também a entrada correspondente em /usr/X11R6/lib/X11/Xmodmap.

Outras configurações são possíveis utilizando a Extensão de Teclado X (XKB). Esta extensão também é usada pelos ambientes de área de trabalho do GNOME (gswitchit) e KDE (kxkb).

[Tip]Mais informações

Informações sobre o XKB estão disponíveis em /etc/X11/xkb/README e nos documentos ali relacionados.

Informações detalhadas sobre a entrada dos idiomas chinês, japonês e coreano (CJK) estão disponíveis na página de Mike Fabian em: http://www.suse.de/~mfabian/suse-cjk/input.html.