14.4. Gravação no disco rígido com o Audacity

O audacity (pacote audacity) grava e edita arquivos de áudio. Esse processo é chamado de gravação no disco rígido. Ao iniciar o programa pela primeira vez, selecione o idioma. Nas outras ocasiões, mude a configuração de idioma em Arquivo+Preferências+Interface. A mudança de idioma passa a valer na próxima vez que o programa for iniciado.

Figura 14.17. Visualização espectral dos dados de áudio

Visualização espectral dos dados de áudio

14.4.1. Gravando arquivos WAV e importando arquivos

Clique no botão vermelho de gravação para criar um faixa estéreo vazia e iniciar a gravação. Para mudar os parâmetros padrão, defina as configurações desejadas em Arquivo+Preferências. E/S de Áudio e Qualidade são importantes para a gravação. Mesmo que já existam faixas, ao pressionar o botão de gravação novas faixas são criadas. Esse processo pode ser confuso a princípio, pois essas faixas não podem ser vistas na janela do programa de tamanho padrão.

Para importar arquivos de áudio, selecione Projeto+Importar Áudio. O programa dá suporte ao formato WAV e ao formato Ogg Vorbis compactado. Consulte a Seção 14.3.3, “Compactando dados de áudio: ripagem” (↑Aplicativos) para obter mais informações sobre esse formato.

14.4.2. Editando arquivos de áudio

Abra o menu AudioTrack no lado esquerdo da faixa. Esse menu oferece diversas opções de diferentes visualizações e operações básicas de edição. Para renomear a faixa, selecione Nome e digite o novo nome. Os diferentes modos de visualização oferecidos pelo Audacity incluem Waveform, Waveform (dB), Spectrum e Pitch. Escolha aquele que atender às suas necessidades. Caso deseje editar cada canal de uma faixa estéreo separadamente, selecione Dividir Faixa. Em seguida, cada canal pode ser tratado como uma faixa separada. Defina Formato de Amostra (em bits) e Taxa de Amostra (em Hz) para cada faixa.

Antes de usar a maioria das ferramentas oferecidas no menu Editar, primeiro selecione o canal e o segmento da faixa a editar. Após fazer a seleção, você pode aplicar todo tipo de modificação e efeitos a ela.

Dependendo do tipo de arquivo escolhido, diversos formatos de visualização para seleções de segmentos são oferecidos em Visualização+Definir Formato da Seleção. Com o recurso Ajustar ao Modo, os limites do segmento podem ser automaticamente ajustados ao formato de visualização selecionados. Por exemplo, se você selecionar Frames PAL como o formato de visualização e ativar Instantâneo, os limites de segmentos serão sempre selecionados em múltiplos de frames.

Como todas as ferramentas de edição vêm com dicas, seu uso fica fácil. A função Histórico de Desfazer, acessada em Visualização+Histórico, é um útil recurso para exibir etapas de edição recentes e desfazê-las clicando na lista. Use a função Descartar com cautela, pois ela apaga etapas de edição da lista. Uma vez descartadas, essas etapas não podem mais ser desfeitas.

Figura 14.18. Espectro

Espectro

O analisador de espectro interno assiste na rápida identificação de ruídos. Para visualizar o espectro do segmento selecionado, vá até Visualização+Plotar Espectro. Selecione uma escala de freqüência logarítmica em oitavos com Freqüência Logarítmica. Quando você move o ponteiro do mouse no interior do espectro, as freqüências dos picos são automaticamente exibidas juntas com as respectivas notas.

Para remover freqüências indesejadas, vá até Efeito+Filtro FFT. Em conexão com o processo de filtragem, pode ser necessário reajustar a amplitude do sinal com Amplificar. Além disso, use Amplificar para verificar a amplitude. Por padrão, a Amplitude de Novos Picos é definida em 0.0 dB. Esse valor representa a amplitude máxima no formato de áudio selecionado. Amplificação mostra o valor necessário para amplificar o segmento selecionado até a amplitude desse pico. Um valor negativo indica excesso de amplificação.

14.4.3. Gravando e exportando

Para gravar o projeto inteiro, selecione Arquivo+Gravar Projeto ou Gravar Projeto Como. Essa ação gera um arquivo XML com a extensão .aup, que descreve o projeto. Os dados de áudio efetivos são gravados em um diretório com o mesmo nome do projeto com a extensão _data.

O projeto inteiro ou o segmento selecionado atualmente também pode ser exportado como um arquivo WAV estéreo. Para exportar o projeto em formato Ogg Vorbis, consulte as informações contidas na Seção 14.3.3, “Compactando dados de áudio: ripagem” (↑Aplicativos).