33.4. Descanso do disco rígido

No Linux, o disco rígido pode colocado em hibernação total se não estiver em uso e pode ser executado em modo mais econômico ou silencioso. Nos laptops modernos, não é necessário desativar o disco rígido manualmente, porque entram automaticamente em um modo operacional econômico sempre que não estão em uso. Contudo, se quiser maximizar a economia de energia, teste um dos seguintes métodos. A maioria das funções pode ser controlada com powersaved e o módulo de gerenciamento de energia YaST, que é explicado em mais detalhes na Seção 33.6, “O módulo Gerenciamento de energia YaST”.

O aplicativo hdparm pode ser usado para modificar diversas configurações do disco rígido. A opção -y alterna instantaneamente o disco rígido para o modo standby. -Y coloca-o em hibernação. hdparm -S x faz o disco rígido ser encerrado após um determinado período de inatividade. Substitua x como segue: 0 desabilita este mecanismo, fazendo com que o disco rígido seja executado continuamente. Valores de 1 a 240 são multiplicados por 5 segundos. Valores de 241 a 251 correspondem de 1 a 11 vezes 30 minutos.

As opções de economia de energia interna do disco rígido podem ser controladas pela opção -B. Selecione um valor de 0 a 255 para obter de economia máxima a throughput máximo. O resultado depende do disco rígido usado e é difícil de avaliar. Para tornar um disco rígido mais silencioso, use a opção -M. Selecione um valor de 128 a 254 para obter de silencioso a rápido.

Muitas vezes não é fácil colocar o disco rígido para hibernar. No Linux, vários processos gravam no disco rígido, ativando-o repetidamente. Portanto, é importante entender como o Linux trata os dados que necessitam ser gravados no disco rígido. Primeiro, todos os dados estão no buffer da memória RAM. O buffer é monitorado pelo daemon do kernel update (kupdated). Quando os dados atingem uma determinada idade limite ou quando o buffer está cheio até certo grau, o conteúdo do buffer é descarregado para o disco rígido. O tamanho do buffer é dinâmico e depende do tamanho da memória e da carga do sistema. Por padrão, kupdated é configurado em intervalos curtos para atingir a integridade de dados máxima. Verifica o buffer a cada 5 segundos e notifica o daemon do bdflush quando os dados têm mais de 30 segundos ou quando o buffer atinge um nível de preenchimento de 30%. Em seguida, o daemon do bdflush grava os dados no disco rígido. Também grava independentemente do kupdated se, por exemplo, o buffer estiver cheio.

[Warning]Deficiência da integridade de dados

Mudanças nas configurações do daemon de atualização do kernel colocam a integridade dos dados em perigo.

Além destes processos, sistemas de arquivo de registro em diário, como ReiserFS e Ext3, gravam seus metadados independentemente de bdflush, que também impede o disco rígido de ser encerrado. Para evitar isso, foi desenvolvida uma extensão especial de kernel para dispositivos móveis. Consulte /usr/src/linux/Documentation/laptop-mode.txt para obter detalhes.

Outro fator importante é o modo como se comportam os programas ativos. Por exemplo, os bons editores gravam regularmente backups ocultos do arquivo modificado no momento para o disco rígido, fazendo com que ele saia do modo de hibernação. Recursos como este podem ser desabilitados às custas da integridade dos dados.

Com relação a isso, o mail daemon postfix faz uso da variável POSTFIX_LAPTOP. Se essa variável for configurada para sim, postfix acessa o disco rígido com muito menos freqüência. No entanto, isto é irrelevante se o intervalo para kupdated for aumentado.