5.10. Utilitários importantes

As páginas a seguir apresentam um número de pequenos utilitários do KDE que auxiliam no trabalho diário. Esses aplicativos executam várias tarefas, como gerenciar suas conexões de Internet e senhas, criar arquivos de dados e exibir arquivos PDF.

5.10.1. Gerenciando conexões de Internet com o KNetworkManager

Você pode estabelecer conexões de Internet com o NetworkManager ou o KInternet. Para obter uma descrição do KInternet, consulte o Capítulo 6, Gerenciando conexões de Internet com o KInternet (↑Aplicativos). No YaST, selecione se usará o NetworkManager. Para obter uma lista de critérios que o ajudarão a decidir usar ou não o NetworkManager ou outros aplicativos e para obter mais informações, consulte a Seção 18.5, “Gerenciando conexões de rede com o NetworkManager” (↑Referência) e a Seção 30.1.2, “Integração em ambientes operacionais variáveis” (↑Referência).

Quando o NetworkManager está habilitado, você pode monitorar suas conexões de rede no KDE com o applet KNetworkManager. Clique no ícone do KNetworkManager na bandeja de sistema para ver uma lista de conexões de rede disponíveis, como com fio, sem fio, por discagem ou VPN. O NetworkManager automaticamente escolhe a melhor rede disponível, mas ele pode conectar-se automaticamente apenas a uma rede conhecida. A conexão atualmente usada está marcada na lista. Para ativar uma conexão diferente, clique em outra conexão. Para algumas conexões, como WLAN, talvez sejam solicitadas informações adicionais, como nome de rede, senha ou frase secreta e detalhes de criptografia. Conexões de rede são gerenciadas pelo usuário e as senhas são armazenadas no KWallet.

5.10.2. Gerenciando senhas com o KWallet Manager

Pode ser problemático lembrar de todas as senhas de recursos protegidos para os quais você precisa efetuar login. O KWallet lembra as senhas para você. Ele coleta todas as senhas e as armazena em um arquivo criptografado. Com uma única senha master, abra sua carteira para ver, pesquisar, apagar ou criar entradas. Normalmente você não precisa inserir uma entrada manualmente. O KDE reconhece se um recurso precisa de autenticação e o KWallet inicia automaticamente.

[Important]Proteja sua senha do KWallet

Se você esquecer a senha do KWallet, ela não poderá ser recuperada. Além disso, qualquer pessoa que conheça sua senha poderá obter todas as informações contidas na carteira.

5.10.2.1. Iniciando o KWallet

Quando o KWallet é iniciado pela primeira vez (por exemplo, quando você acessar um site da Web onde é preciso digitar uma senha de login), é exibida uma caixa de diálogo com a tela de boas-vindas. Escolha entre Basic setup (Configuração básica), que é o recomendável, e Advanced setup (Configuração avançada). Se você escolher Basic setup, poderá optar, na tela seguinte, por armazenar informações pessoais. Alguns aplicativos do KDE, como Konqueror ou KMail, podem usar o sistema de carteira para armazenar cookies e dados de formulários da Web. Selecione Yes, I wish to use the KDE wallet to store my personal information (Sim, desejo usar a carteira do KDE para armazenar minhas informações pessoais) para esse objetivo e saia com Finish (Concluir).

Se você escolher Advanced setup (Configuração avançada), terá uma tela de nível de segurança adicional. As configurações padrão são geralmente aceitáveis para a maioria dos usuários, mas outros talvez desejem mudá-las. Automatically close idle wallets (Fechar automaticamente carteiras ociosas) fecha carteiras após um período de inatividade. Para separar as senhas de rede das senhas locais, ative Store network passwords and local passwords in separate wallet files (Armazenar senhas de rede e locais em arquivos de carteiras separados). Feche com Finish (Concluir).

Quando quiser mudar as configurações, clique o botão direito do mouse no ícone do KWallet no painel e selecione Configurar Carteira. É exibida uma caixa de diálogo na qual é possível selecionar várias opções. Por padrão, todas as senhas são armazenadas em uma carteira, kdewallet, mas você pode adicionar novas carteiras. Depois de configurado, o KWallet é exibido no painel.

5.10.2.2. O Gerenciador do KWallet

Para armazenar dados em uma carteira ou ver seu conteúdo, clique no ícone do KWallet no painel. Uma caixa de diálogo é aberta, com as carteiras que podem ser acessadas no sistema. Clique na carteira para abri-la. Uma janela solicita sua senha.

Após um login bem-sucedido, a janela do Gerenciador do KWallet é aberta. Ela é dividida em quatro partes diferentes: a parte superior esquerda exibe um resumo, a parte superior direita exibe subpastas, a parte inferior esquerda mostra uma lista de entradas de pasta e a parte inferior direita mostra o conteúdo de uma entrada selecionada.

No Gerenciador do KWallet, você pode mudar a senha master do KWallet quando quiser com Arquivo+Mudar Senha.

Figura 5.7. A janela do KWallet Manager

A janela do KWallet Manager

É possível adicionar ou apagar pastas. A seleção de uma pasta atualiza a lista de entradas de pasta e a exibição de resumos. A seleção de uma entrada de pasta atualiza o painel de conteúdo de entradas e permite a edição da entrada. As entradas também podem ser criadas ou apagadas no menu de contexto do conteúdo da pasta.

5.10.2.3. Copiando a carteira para outro computador

O KWallet permanece, em grade parte, silenciosamente no painel e é ativado automaticamente se necessário. Entretanto, você pode copiar seus arquivos de carteira para outro computador (por exemplo, seu laptop). Para simplificar esta tarefa, as carteiras podem ser arrastadas da janela do gerenciador para uma janela do navegador de arquivos. Dessa forma, você poderá compactar facilmente uma nova carteira e transferi-la para outro ambiente. Por exemplo, uma nova carteira pode ser criada e copiada para um dispositivo de memória flash removível. Senhas importantes podem ser transferidas e disponibilizadas em outros locais.

5.10.3. Exibindo, descompactando e criando pacotes

Para economizar espaço no disco rígido, use um compactador para reduzir arquivos e diretórios a uma fração do seu tamanho original. O aplicativo Ark pode ser usado para gerenciar esses pacotes. Ele suporta formatos comuns, como zip, tar.gz, tar.bz2, lha e rar.

Inicie o Ark a partir do menu principal ou da linha de comando com o comando ark. Se já existirem alguns arquivos compactados, mova-os de uma janela aberta do Konqueror para a janela do Ark para exibir o conteúdo do arquivo. Para ter acesso a uma visualização integrada do arquivo no Konqueror, clique o botão direito do mouse em Konqueror e selecione Pré-visualizar em Arquivador. Você também pode selecionar Arquivo+Abrir no Ark para abrir o arquivo diretamente.

Figura 5.8. Ark: Visualização do pacote de arquivos

Ark: Visualização do pacote de arquivos

Você pode executar várias ações depois de abrir um pacote. Ação oferece opções como Adicionar Arquivo, Adicionar Pasta, Excluir, Extrair, Exibir, Editar com e Abrir com.

Para criar um novo arquivo, selecione Arquivo+Novo. Insira o nome do novo arquivo na caixa de diálogo aberta e especifique o formato usando Filtro. Após confirmar com Salvar ou pressionar Enter, o Ark abre uma janela vazia. Você pode arrastar e soltar arquivos e diretórios do gerenciador de arquivos para esta janela. Como etapa final, o Ark compacta tudo no formato de arquivo selecionado previamente. Para obter mais informações sobre o Ark, selecione Ajuda+Manual do Ark.

5.10.4. Gerenciando trabalhos de impressão no KDE

As impressoras podem ser conectadas ao seu sistema localmente ou através de uma rede. Qualquer um dos tipos de configuração é realizado inicialmente usando o YaST. Para obter uma cobertura detalhada das configurações da impressora, consulte o Capítulo 11, Operação da impressora (↑Referência). Assim que a conexão tiver sido estabelecida, comece a usar a impressora.

Para controlar trabalhos de impressão no KDE, use dois aplicativos diferentes. Inicie e configure o trabalho de impressão com o KPrinter e, em seguida, controle o processamento do trabalho de impressão com o KJobViewer.

Inicie o KPrinter com kprinter na linha de comando. Uma janela pequena é aberta na qual é possível escolher uma impressora e editar as Propriedades do seu trabalho de impressão, como orientação de página, páginas por folha e impressão duplex. Para especificar o arquivo a ser impresso, o número de cópias e várias outras opções, clique em Expandir na parte inferior esquerda. A janela expande-se e mostra quatro guias: Arquivos, Cópias, Opções Avançadas e Tags Adicionais. Consulte a Figura 5.9, “Iniciando um trabalho de impressão com o KPrinter”.

Figura 5.9. Iniciando um trabalho de impressão com o KPrinter

Iniciando um trabalho de impressão com o KPrinter

A primeira guia, Arquivos, determina os arquivos a serem impressos. Arraste-os da área de trabalho e coloque-os na janela de listas ou use a caixa de diálogo de arquivos para localizá-los. Cópias determina a seleção de página (todas as páginas do documento selecionado, o documento atualmente selecionado ou um intervalo) e o número de cópias. Você também pode escolher imprimir somente as páginas de número par ou ímpar do documento selecionado. Use Opções Avançadas para especificar quaisquer informações adicionais para o trabalho de impressão. Insira quaisquer Informações sobre fatura se necessárias ou defina um rótulo de página personalizado na parte superior e inferior da página. A Prioridade do Trabalho também pode ser definida aqui. A quarta guia, Tags Adicionais, é raramente necessária. Após o trabalho de impressão ter sido arquivado, você poderá observar seu andamento usando o KJobViewer.

[Tip]Imprimindo a partir de aplicativos do KDE

A caixa de diálogo do KPrinter é aberta sempre que você imprime a partir de um aplicativo do KDE. A caixa de diálogo é basicamente a mesma, exceto pela ausência da guia Arquivos, que não é necessária, pois o arquivo a ser impresso foi determinado quando você selecionou Imprimir.

Inicie o KJobViewer no menu principal ou com o comando kjobviewer na linha de comando. Uma janela como a na Figura 5.10, “Gerenciando trabalhos de impressão com o KJobViewer” é aberta, listando todos os trabalhos de impressão em fila na sua impressora. Desde que o trabalho de impressão não esteja ativo, você pode editá-lo. Faça isso usando as entradas do menu Trabalhos.

Figura 5.10. Gerenciando trabalhos de impressão com o KJobViewer

Gerenciando trabalhos de impressão com o KJobViewer

Se, por exemplo, você desejar verificar se enviou o documento correto à impressora, poderá parar o trabalho e reiniciá-lo quando decidir imprimi-lo. Remova trabalhos de impressão da fila com a opção Remover. Para mudar de impressora, selecione outra impressora com a opção Mover para Impressora.

Com Reiniciar, reimprima o documento. Para fazer isso, selecione Filtro+Alternar Trabalhos Concluídos, selecione o documento desejado e clique em Trabalhos+Reiniciar. Clicar em Trabalhos+Relatório IPP do Trabalho mostra os detalhes técnicos de um trabalho. Use Trabalhos+Aumentar Prioridade e Trabalhos+Diminuir Prioridade para definir a prioridade, dependendo da urgência com que você precisa do documento.

Filtro permite que você alterne entre várias impressoras, alterne trabalhos concluídos e limite a exibição aos seus trabalhos de impressão, selecionando Mostrar Somente Trabalhos do Usuário. O usuário atual será exibido no campo superior direito.

Configurações+Configurar KJobViewer abre uma caixa de diálogo de configuração. Determine o número máximo de trabalhos de impressão a serem exibidos. Digite um número no campo ou use o controle deslizante à direita para determinar um valor. Pressione OK para gravar a configuração ou Cancelar para sair da caixa de diálogo sem gravar.

Os ícones da barra de ferramentas correspondem às funções que podem ser acessadas pelo menu. Um texto de ajuda explicando a função é exibido quando você move o ponteiro do mouse sobre um dos ícones.

A lista de trabalhos consiste em oito colunas. O ID do trabalho é automaticamente atribuído pelo sistema de impressão para identificar os diversos trabalhos. A coluna seguinte contém o login do usuário que enviou o trabalho, seguido do nome de arquivo do documento. A coluna de status indica se um trabalho ainda está na fila, se está sendo impresso ou se já está concluído. Em seguida, o tamanho do documento é exibido em quilobytes e número de páginas. A prioridade padrão de 50 pode ser aumentada ou reduzida, se for necessário. Informações sobre fatura podem ser centros de custos ou outras informações específicas da empresa. Quando você clicar o botão direito do mouse em um trabalho da lista, o menu Trabalhos será aberto sob o ponteiro do mouse, permitindo que você selecione uma ação. Apenas algumas funções estão disponíveis para trabalhos concluídos. Ative a opção Manter a janela permanente e o KJobViewer será aberto automaticamente na próxima vez que você efetuar login.

5.10.5. Fazendo capturas de tela

Com o KSnapshot, você pode criar capturas de tela ou janelas de aplicativos individuais. Inicie o programa no menu principal ou pressione Alt-F2 e digite ksnapshot. A caixa de diálogo do KSnapshot consiste em duas partes. A área superior (Snapshot Atual) contém uma visualização da tela atual e três botões para a criação e gravação de capturas de tela. A área inferior contém mais opções para a verdadeira criação da captura de tela.

Figura 5.11. KSnapshot

KSnapshot

Para obter uma captura de tela, use a opção Atraso do Snapshot para determinar o tempo de espera (em segundos) entre o momento que você clica em Novo Snapshot e a criação propriamente dita da captura de tela. Se a opção Capturar Somente a Janela Contendo o Ponteiro estiver selecionada, apenas a janela que contém o ponteiro será gravada. Para gravar a captura de tela, clique em Salvar Snapshot e designe o diretório e o nome de arquivo da imagem na caixa de diálogo subseqüente. Clique em Imprimir Snapshot para imprimir a captura de tela.

Você também pode usar o GIMP para obter capturas de tela. Para abrir o GIMP, pressione Alt-F2 e digite gimp. Quando você executa o GIMP pela primeira vez, ele instala alguns arquivos em seu diretório pessoal e exibe caixas de diálogo que lhe permitem adaptá-lo ao seu ambiente. Para obter informações sobre como usar o GIMP, consulte o Capítulo 19, Manipulando gráficos com o GIMP (↑Aplicativos) ou a respectiva ajuda. Talvez seja necessário instalar a ajuda com o YaST (kdeutils3-extra).

5.10.6. Vendo arquivos PDF com o KPDF

O PDF é provavelmente um dos formatos mais importantes. KPDF é um programa do KDE que pode exibi-los e imprimi-los.

Inicie o KPDF pressionando Alt-F2 e digitando kpdf. Carregue um arquivo PDF com File,+Open (Arquivo - Abrir). O KPDF o exibe na janela principal. No lado esquerdo, há uma barra lateral com miniaturas e uma tela de conteúdo. Miniaturas fornecem uma visão geral da página. A tela de conteúdo contém favoritos para navegar no seu documento. Algumas vezes ele está vazio, significando que favoritos não são suportados por este PDF.

Para ver duas páginas na janela principal, selecione View,+Two Pages (Exibir - Duas Páginas). A tela depende das últimas duas opções que você ativa no menu View (Exibir).

Outra boa opção é selecionar a área na qual você está interessado com a ferramenta de seleção da barra de ferramentas. Desenhe um retângulo e escolha no menu pop-up se você precisa da área selecionada como texto ou gráfico. Ela é copiada para a área de transferência. Você pode gravar a área em um arquivo.

5.10.7. Administração de fontes com o KFontinst

Por padrão, o SUSE Linux fornece vários tipos de fontes normalmente disponíveis em diversos formatos de arquivo (Bitmap, TrueType etc). Eles são conhecidos como fontes do sistema. Os usuários também podem instalar suas próprias fontes a partir de várias coleções em CD-ROM. No entanto, essas fontes só ficam visíveis e disponíveis ao usuário correspondente.

O centro de controle do KDE fornece uma ferramenta confortável para a administração das fontes do sistema e do usuário. Isso é mostrado na Figura 5.12, “Administração de fontes do Centro de Controle”.

Figura 5.12. Administração de fontes do Centro de Controle

Administração de fontes do Centro de Controle

Para verificar quais fontes estão atualmente disponíveis, digite as fontes do URL fonts:/ no campo de endereço de uma sessão do Konqueror. Com isso, são exibidas duas janelas: Pessoal e Sistema. As fontes do usuário são instaladas na pasta Pessoal. Somente o usuário root pode instalar na pasta Sistema.

Para instalar as fontes como um usuário, siga estas etapas:

  1. Inicie o Centro de Controle e acesse o módulo apropriado com Administração do Sistema+Instalador de Fontes.

  2. EscolhaAdicionar Fontes na barra de ferramentas ou no menu disponível quando clicar o botão direito do mouse na lista.

  3. Na caixa de diálogo aberta, selecione uma ou mais fontes para instalação.

  4. As fontes marcadas são, em seguida, instaladas na sua pasta de fontes pessoais. A fonte selecionada aparece em uma visualização.

Para atualizar as fontes do sistema, primeiro selecione Modo Administrador e digite sua senha de root. Em seguida, proceda como descrito para a instalação de fonte do usuário.