7.3. Componentes da área de trabalho

Os principais componentes da área de trabalho do GNOME são ícones que criam links para arquivos, pastas ou programas, e um painel na parte inferior da tela (semelhante à barra de tarefas do Windows).

Figura 7.1. Exemplo de área de trabalho do GNOME

Exemplo de área de trabalho do GNOME

Clique duas vezes em um ícone para iniciar o programa associado. Clique o botão direito do mouse em um ícone para acessar menus e opções adicionais. Você também pode clicar o botão direito do mouse em um espaço vazio da área de trabalho para acessar menus adicionais a fim de configurar ou gerenciar a própria área de trabalho.

7.3.1. Ícones padrão da área de trabalho

A área de trabalho do GNOME apresenta ícones que oferecem navegação e recursos básicos para o sistema.

Você pode clicar o botão direito do mouse em um ícone para exibir um menu com operações de arquivo como copiar, recortar ou renomear. Selecione Propriedades para exibir uma caixa de diálogo de configuração. Mude o título de um ícone e o próprio ícone com a opção Selecionar Ícone Personalizado. Use a guia Emblemas para adicionar um pequeno ícone a um item (como um arquivo ou uma pasta) e marcar visualmente o item. Por exemplo, para marcar um arquivo como importante, adicione um emblema Importante ao ícone do arquivo. Use a guia Permissões para ver e modificar as permissões de acesso, leitura e gravação ao arquivo para o usuário, o grupo ou outras pessoas. A guia Notas gerencia os comentários. O menu da lixeira pode apresentar adicionalmente a opção Esvaziar Lixeira, que apaga o seu conteúdo.

Para remover um ícone da área de trabalho, basta arrastá-lo até a lixeira. Tenha cuidado com essa opção — se você mover ícones de pastas ou arquivos para a lixeira, os dados reais serão excluídos. Se os ícones apenas representarem links para um arquivo ou um diretório, somente os links serão apagados.

Para criar um link para uma pasta ou um arquivo na área de trabalho, acesse o objeto desejado com o Nautilus (consulte a Seção 7.4.1, “Navegando no Nautilus”). Clique o botão direito do mouse no objeto e clique em Criar Ligação. Arraste o link da janela do Nautilus e solte-o na área de trabalho.

7.3.2. Menu de contexto da área de trabalho

Se você clicar o botão direito do mouse em um espaço vazio da área de trabalho, será exibido um menu com várias opções. Selecione Criar Pasta para criar uma nova pasta ou Criar Documento para criar um novo documento. Crie um ícone disparador para um aplicativo com a opção Criar Lançador. Especifique o nome do aplicativo e o comando para iniciá-lo e escolha um ícone que o represente. A ordem e o alinhamento dos ícones da área de trabalho são controlados pelas opções Organizar por Nome e Manter Alinhado. Também é possível mudar o segundo plano da área de trabalho ou colar um item nela.

7.3.3. Painel

No primeiro login, a área de trabalho do GNOME abre com um painel na parte inferior da tela. Esse painel contém três menus (Aplicativos, Locais e Desktop), uma bandeja do sistema com applets, como Pesquisa do Beagle, Configurações de Tela e Configurações de Rede, além de uma área de notificação com o relógio do sistema.

O painel também contém os ícones de janela de todos os aplicativos iniciados. Se você clicar no nome de uma janela do painel, a janela passará para o primeiro plano. Se já estiver no primeiro plano, o programa poderá ser minimizado com um clique no mouse. Quando você clica em um aplicativo minimizado, a janela é reaberta.

Se você clicar o botão direito do mouse em um espaço vazio do painel, será aberto um menu com as opções desta tabela:

Tabela 7.1. Opções de menu do painel

Opção

Descrição

Adicionar ao Painel

Abre uma lista de aplicativos e applets que podem ser adicionados ao painel.

Excluir Este Painel

Remove o painel da área de trabalho. Todas as configurações do painel são perdidas.

Travar/Destravar Posição do Painel

Trava o painel na posição atual (de forma a impossibilitar sua transferência para outro local da área de trabalho) ou destrava o painel (para permitir sua movimentação).

Para mover o painel para outro local, mantenha pressionado o botão central do mouse em qualquer espaço vazio do painel e arraste-o até o novo local.

Propriedades

Modifica as propriedades do painel.

Novo Painel

Cria um novo painel e o adiciona à área de trabalho.

Ajuda

Abre o centro de ajuda.

Sobre o Painel

Fornece informações sobre a aplicação do painel.

7.3.3.1. Menu Aplicativos

O menu Aplicativos fornece uma lista estruturada dos aplicativos instalados no sistema. A maioria deles fica agrupada em submenus menores, dedicados a uma categoria, como Sistema, Escritório e Internet. Para iniciar qualquer aplicativo, clique em Aplicativos para exibir o menu completo, selecione uma categoria adequada, clique no submenu e clique no nome do aplicativo. Os aplicativos que não estiverem relacionados no menu poderão ser iniciados no prompt Executar Aplicativo (Alt-F2), se você souber o comando.

7.3.3.2. Menu Locais

O menu Locais fornece acesso fácil a locais comuns, como o diretório inicial, as unidades, a área de trabalho e as pastas da rede. Uma função de pesquisa de documentos recentes e uma pesquisa de arquivos também podem ser inicializadas neste menu. Para obter mais informações sobre o gerenciamento de arquivos de pastas locais e remotas, consulte a Seção 7.4.2, “Gerenciamento de arquivos”.

7.3.3.3. Menu Desktop

O menu Desktop contém controles para o gerenciamento da área de trabalho. Nele, você encontra a Central de Controle GNOME (personaliza a área de trabalho), a opção Bloquear Tela (inicia o protetor de tela), a opção Sair (encerra a sessão) e um programa fácil de usar para criar capturas de tela de sua área de trabalho. A função de captura de tela também pode ser acessada pressionando-se a tecla Print Screen (também conhecida como PrtSc).

7.3.3.4. Applets

Applet é um pequeno aplicativo localizado em um painel, indicado por um pequeno ícone no qual você clica para interagir com o applet. Ao contrário dos aplicativos “reais”, os applets não têm suas próprias janelas na tela. Alguns applets já são pré-configurados para serem exibidos no painel na primeira inicialização, mas existem muitos outros applets que você pode adicionar a seus próprios painéis.

Para adicionar um applet a um painel, clique o botão direito do mouse em qualquer espaço vazio do painel e clique em Adicionar ao Painel. Selecione o applet a ser adicionado e clique em Adicionar. O novo applet é, então, adicionado permanentemente ao painel.

Figura 7.2. Adicionando um novo ícone ao painel

Adicionando um novo ícone ao painel

Para modificar as propriedades de um applet, clique o botão direito do mouse no applet para exibir seu menu e clique em Propriedades. Para mover um applet, arraste-o até o novo local no painel.

7.3.4. Gerenciando a lixeira

A lixeira é um diretório para arquivos, pastas e objetos da área de trabalho selecionados para exclusão. Para arrastar itens do gerenciador de arquivos ou da área de trabalho até o ícone da lixeira, mantenha o botão esquerdo do mouse pressionado e solte-o para colocar os arquivos na lixeira. Outra possibilidade é clicar o botão direito do mouse em um ícone, arquivo ou pasta e selecionar Mover para o Lixo.

Se precisar recuperar um arquivo da lixeira, você poderá exibir o conteúdo e retirar o arquivo. Ao esvaziar a Lixeira, você apaga seu conteúdo permanentemente.

7.3.4.1. Exibindo a Lixeira

Você pode exibir o conteúdo da Lixeira de uma das seguintes maneiras:

Em uma janela do browser de arquivos

Clique em Ir+Lixeira. O conteúdo da Lixeira será exibido na janela.

Em uma janela do objeto Arquivo

Clique em Locais+Lixeira. O conteúdo da Lixeira será exibido na janela.

Na área de trabalho

Clique duas vezes no ícone Lixeira na área de trabalho.

7.3.4.2. Esvaziando a lixeira

Esvazie a lixeira com um dos seguintes métodos:

Em uma janela do browser de arquivos

Clique em Arquivo+Esvaziar Lixo.

Na área de trabalho

Clique o botão direito do mouse no ícone Lixeira e selecione Esvaziar Lixo.

7.3.5. Acessando CD-ROM, DVD-ROM e disquetes

Para acessar disquetes, CDs ou DVDs, insira-os na unidade adequada e clique em Locais+Computador. Clique duas vezes no ícone apropriado em Computador para iniciar o gerenciador de arquivos e exibir o conteúdo do disco.

Figura 7.3. Computador

Computador

Para copiar arquivos entre diretórios, basta arrastar e soltar.

[Warning]Atenção

Não basta remover os discos da unidade após utilizá-los. Disquetes, CDs e DVDS sempre devem ser primeiramente desmontados do sistema. Feche todas as sessões do gerenciador de arquivos que ainda têm acesso à mídia, clique o botão direito do mouse no ícone correspondente à mídia e selecione Ejetar no menu. Remova o disco com segurança quando a bandeja abrir automaticamente.

Para formatar disquetes, clique em Aplicativos+Sistema+Sistema de Arquivos+Formatador de Disquetes. Selecione a densidade do disquete e as configurações do sistema de arquivos: Linux nativo (ext2), o sistema de arquivos do Linux, ou DOS (FAT) para usar o disquete com sistemas Windows.